Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Degraus de Saber

Biblioteca do Agrupamento de Escolas de Vale de Ovil - Baião

Degraus de Saber

Biblioteca do Agrupamento de Escolas de Vale de Ovil - Baião

A menina do mar

BibliotecaH, 19.11.12

No âmbito do projeto EMA (Escola com Melhores Aprendizagens), financiado pela Fundação Calouste Gulbenkian, os alunos do 4º ano participaram na atividade "Contos com reflexão: promover a leitura e os valores", dinamizada pelo psicólogo educacional Alfredo Leite (Mundo Brilhante). A atividade teve por base o livro "A menina do mar", de Sophia de Mello Breyner Andresen, e pretendia motivar para a leitura e transmitir valores fundamentais para a formação de cidadãos responsáveis, comprometidos e informados, nomeadamente o valor da amizade e da tolerância entre todos. 

Concluída a atividade, era importante respondermos a uma questão: afinal, o que é que os alunos aprenderam? Nada melhor do que lermos as suas palavras para o sabermos.

O 4º A aprendeu que…

  • “nem tudo se pode ver nem fazer”,
  • “deve-se ler muitos livros para aprender a interpretar bem as histórias”,
  • “a amizade pode ser muito frágil, mas que se cuidarmos bem dela irá transformar-se numa amizade muito forte”, além disso “se nos controlar-nos e escolhermos as pessoas com quem queremos estar vai ser muito melhor”,
  • “temos que aprender com as outras pessoas”,
  • “devemos conviver mais uns com os outros”,
  • “deve-se sair de casa para ter muitos amigos e não ficar apenas em casa a ver televisão e a jogar computador”,
  • “se eu fizer amigos posso divertir-me. Tenho que ajudar as pessoas e vir cá para fora para brincar”,
  • “deve-se sair para o ar livre e também para a praia para se fazerem castelos de areia”,
  • “não somos todos iguais nem todos diferentes, mas sim que somos [simultaneamente] iguais e diferentes uns dos outros”,
  • “tenho que conviver com outras pessoas”,
  • “devemos ser todos amigos e mesmo vivendo em terra ou no mar, somos todos iguais”.

 O 4º B aprendeu que…

  • “temos que ter curiosidade, sermos amigos e partilhar”,
  • “devemos fazer amizades e também brincar”,
  • “devemos sair de casa para saber coisas novas, partilhar, brincar, sermos curiosos, falar com as pessoas e ajudar os amigos”,
  • “não devo ficar em casa apenas a ver televisão, mas sim brincar com os meus amigos. E aprendi que devemos partilhar as nossas coisas”,
  • “devemos andar ao ar livre e não estarmos todos os dias em casa, pois só assim fazemos amizade”,
  • “sair de casa é divertido, porque podemos brincar e conversar com os amigos”,
  • “todos devemos construir amizades e brincar com os nossos amigos”,
  • “devemos ir para a ‘rua’ e não estar sempre a ver televisão. Se eu estiver sempre em casa, não conheço amigos novos”,
  • “não devemos julgar as pessoas pelo seu aspeto”,
  • “devo ser amigo de todos, sair de casa, desligar a televisão e o computador. Aprendi que devemos ter amigos”.

 O 4º C aprendeu que…

  • “a amizade é melhor que uma arca cheia de tesouros. Devemos ser curiosos, sair de casa para conhecer amigos novos. Devemos estar sempre em união”,
  • “devemos ser amigos”,
  • “a fazer novos amigos e a ser curiosa”,
  • “não devemos estar trancados em casa. Devemos fazer amizades”,
  • “a amizade é importante”,  “fazer amizade é bom”, e “a amizade é a coisa mais importante da nossa vida”,
  •  “devemos gostar dos outros”,
  •  “temos que ter amizade uns com os outros, independentemente da raça que for”,
  • “devemos comunicar, ser curiosos. A união é importante e a alegria é um tesouro”,
  • “temos de ser curiosos, fazer novas amizades e comunicar com esses amigos”,
  • “devo ser curioso, mas eu já sou e era. Também aprendi que não se fazem amigos se ficarmos fechados em casa o dia todo”.