Biblioteca do Agrupamento de Escolas do Vale de Ovil - Baião

Livros online
21
Mar 14

No Dia Mundial da Poesia, lembremos um poema de Octavio Paz, Prémio Nobel da Literatura em 1990. 

A Roman Jakobson *

Entre o que vejo e digo,

Entre o que digo e calo,
Entre o que calo e sonho,
Entre o que sonho e esqueço
A poesia.
Desliza entre o sim e o não:
diz
o que calo,
cala
o que digo,
sonha
o que esqueço.
Não é um dizer,
é um fazer.
Um fazer
que é um dizer.
A poesia
diz-se e ouve-se,
é real.
E mal eu digo
é real,
dissipa-se.
É mais real assim?

Ideia palpável,
palavra

impalpável,

a poesia
vai e vem
entre o que é
e o que não é.
Tece reflexos
e destece.
A poesia
semeia olhos na página,
semeia palavras nos olhos.
Os olhos falam,
as palavras olham,
os olhares pensam.
Ouvir
o pensamento,
ver
o que dizemos,
tocar 
o corpo da ideia.
Os olhos
fecham-se.
Abrem-se as palavras.

 * Roman Jakobson foi um pensador russo que criou as funções da linguagem, estando entre elas a função poética.

publicado por biblioteca-ebsbaiao às 07:35
Assuntos:

Catálogo online
Facebook
O nosso site
Livros online
Catálogo online
QRCode
Blogue da Biblioteca
QRCode
blogs SAPO
pesquisar
 
arquivos
Visitantes
subscrever feeds